como o vidro é feito

COMO O VIDRO É FEITO

O vidro pode ser substituído pelo plástico ao longo dos últimos anos com uma forma muito expressiva, porém ele continua sendo utilizado e preferido por muitas pessoas e empresas.

O vidro é um material muito interessante, pois é composto por areia (sílica), dolomita, barrilha, feldspato, calcário, sulfato de sódio e caco de vidro. Também podemos dizer que é um material cerâmico transparente, originado do resfriamento de uma massa líquida à base de sílica. Não sabe o que é sílica leia aqui.

como o vidro é feito

É considerado uns dos processos mais comuns e artesanais, o vidro é fabricado através de um processo que se chama vidro soprado. Ele consiste em obter uma bola de vidro em uma ponta de tubo de aço com a boca, soprando até que surja o formato desejado. Para que isso aconteça é preciso estar no interior de um forno, quando o material está quase fundido com uma temperatura girando em torno de 1.500°C, é necessário imergir um canudo de ferro e retirar rapidamente. Depois dar algumas voltas trazendo na sua extremidade uma bola com uma matéria incandescente.

A pessoa encarregada pelo processo precisa colocar a bola incandescente de vidro dentro de um molde e assoprar o canudo, assim a bola irá avolumando até preencher todo o espaço do molde. Essa peça é levada para uma seção de corte, onde a parte que está presa no canudo é cortada com um maçarico.

Depois a peça irá para a seção de resfriamento gradativo, para que após o seu esfriamento ela possa ser utilizada.

Na indústria é possível encontrar o mesmo método artesanal ou até mesmo um processo muito parecido, que é feito em 3 etapas. Na fusão é aquecida a matéria prima até uma temperatura de 1.800?C, para que os fluidos possam ser moldados. Já na segunda etapa é quando o vidro esfria gradualmente e endurece, passando do estado liquido a uma consistência semelhante ao mel, isso acontece quando a temperatura cai de 1.600°C para 800°C.

Já na etapa final, o vidro esfria de modo controlado, nessa etapa a temperatura já se encontra entre 600°C a 100°C. Os métodos de moldagem podem variar de acordo com o formato que se quer para o vidro, por exemplo, no caso do vidro plano é utilizado um molde que tem um tamanho padrão. Sendo assim, o material já sai com o tamanho certo para ser comercializado.

Além do vidro comum, outro tipo de vidro também é muito utilizado: o temperado. Que durante o processo de fabricação recebe um resfriamento brusco, fazendo com que ele se torne ainda mais resistente após a sua fabricação.

Processo de fabricação do vidro

Por ser um material transparente, essencialmente inerte, de elevada dureza e biologicamente inativo, o vidro pode ter uma superfície lisa e impermeável. Ainda continua sendo um material muito utilizado, embora com uma capacidade grande de fragilidade e também quebrando-se com mais facilidade. As suas aplicações são muitas, englobando o uso doméstico como: copos, pratos, panelas, decoração, espelhos, etc. Sua utilização também como embalagens: potes, garrafas, frascos, tigelas, etc. Vidros planos para ainda mais outras utilizações: lisos, cristais, laminados, impressos, temperados, etc.

O vidro temperado é hoje considerado um dos vidros mais forte e recomendado por vidraçaria porto alegre zona norte na utilização de fechamento de sacadas e portas de vidros, faxadas de lojas e entre outras fins que já são bastante conhecidos.

Ainda existe uma nova utilização que é para paredes e decorações, como box de banheiros, armários de cozinha, sala ou até mesmo banheiro. Está em alta para que deixem a casa com mais elegância, sutileza e dão o ar ainda mais luminoso para o ambiente.

Também é muito comum a utilização de fibras de vidro na produção de mantas, fios, tecidos e até mesmo outros produtos para aplicação de reforço ou até mesmo de isolamento em construções civis. As aplicações para o vidro são infinitas e nem sempre o vidro pode ser identificado.